domingo, 23 de fevereiro de 2014

Outono



O outono representado na pintura de 1070 a 1953.




Guo Xi (1020-1090) Autumn in the River Valley, 1070.


Sandro Botticelli (1445-1510) Abundance ou Autumn, 1475-1482. Desenho. British Museum, Londres.


Giuseppe Arcimbold (1527-1593) Autumn, 1573. Museu do Louvre.



Nicolas Poussins (1594-1665) Autumn ou The Grapes of the Promised Land. Museu do Louvre, Paris.



François Boucher (1703-1770) An Autumn Pastoral, 1749. Wallace Colection, Londres.




John Evereth Millais (1829-1896) Autumn Leaves, 1855-1856. Manchester City Art Gallery.



Claude Monet (1840-1926) Autumn Effect at Argenteuil, 1873. Courtauld Institute of Art.





Jean François Millet (1814-1875) Haystacks Autumn, 1874. Metropolitan Museum of Art, Nova York.




Homer Winslow (1836-1910) Autumn, 1877. Coleção particular


Vincent van Gogh (1853-1890) Autumn Landscape at Dusk, 1885. Centraal Museum, Utrecht.




Edward Atkinson Hornel (1864-1933) Autumn, 1904. Tate Gallery, Londres.



Vassili Kandinski (1866-1944) Autonne en Bavière, 1908. Centre Georges Pompidou, Paris.


René Magritte (1898-1967) Princes of Autumn, 1963. Coleção particular



Jackson Pollock (1912-1956) Autumn Rythm Number 30, 1950. Metropolitan Museum of Art, Nova York.




Carol Cloar (1913-1993) Autumn Conversation, 1953. MoMA, Nova York.







Cy Twombly (1928-2011) Quattro Stagioni: Autunno, 1953-1955. Tate Gallery, Londres.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Pedro o Grande






Pedro, o Grande (1672-1725) Seu nome era Peter Alexowitz. Filho do segunda casamento do Tsar Alexis, pai de seis filhas e dois filhos doentes, Fiodor e Ivan do primeiro casamento. O Tsar morreu subitamente. Assumiu o trono Teodor, falecido em 1682. Pedro, com 10 anos, foi investido juntamente com seu irmão Ivan. A doença de Ivan e a pouca idade de Pedro permitiu a irmã mais velha Sofia assumir o poder. Ela tentou assumir o comando, mas sem apoio, foi exilada. Com a morte de Ivan, Pedro tornou-se imperador. Muito jovem, antes de assumir suas responsabilidades, viajou pela Europa para conhecer novos cortumes e estudar a construção de navios. Entre seus grandes feitos foi, após vencer a guerra contra a Suécia e ganhar o acesso ao mar Báltico. Nesse período, fundou São Petersburgo e a transformou em capital. Com o fim da guerra, o imperador abriu a Rússia para o ocidente e fez enorme modificações enviando muitos russos para outros países com intuíto de estudar a aprimorar a cultura. Pedro I era um homem de dois metros de altura, muito ativo e, para alguns cruel Ele próprio interrogou seu filho Alexei suspeito de tramar a queda do pai e mandou prendê-lo.. Pedro passou para a história como o Grande, não só por sua altura, mas pelas modificações introduzidas em sua terra. Johann Gottfried Tannauer Portrait of Peter the Great, 1710. Hermitage Museum, São Petersburgo.


Louis Caravaque (1684-1716) Peter I in the Battle of Poltava, 1718.


Johann Gottfried Tannauer (1680-1737) Peter the Great During the Battle of Poltava 1710. Hermitage Museum, São Petersburgo.


Nikolay Sauerweid (1836-1866) Peter I tames Fierce Soldier after Taking Narva 1704.


Louis Caravaque Emperor Peter I at Work.


Eduard Peter Stohling. Peter the Great Meeting his Lover.





Louise Marie Jeanne Hersent () Louis XV Visiting Peter I the Great at l'Hotel de Lesdiguieres.


Nikolai Ge (1831-1894) Peter the Great Interrogating his Son Alexei Nikolai.



Alexandre Benois Peter the Great Meditating the Idea of Building St. Petersburg at the Shoreof the Baltic Sea, 1916.



Alexei Venetsianov (1780-1847) Peter the Great Fouding St Petersburg, 1838. Hermitage Museum, São Petersburgo.



Gregory S. Musikiysky (1670-1740 Family of Peter I, 1717


Ivan Nikitich Nikitin (1690-1721) Peter the Great on his Deathbed, 1725.



A Coroa de Pedro o Grande.
São Petersburgo.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Os Embaixadores

Ao me deparar com Ambassadors do alemão radicado na Inglaterra Hans Holbein, uma pintura famosa, cheia de mistérios e símbolos, fui procurar trabalhos de outros artistas sobre o mesmo tema. Pelo visto, já não se fazem embaixadores como antigamente.



Spinello Aretino () Pope Alexander III Receives an Ambassadeur, 1407. Afresco. Palazzo Pubblico, Siena.



Vittore Carpacio (1466-1525) Arrival the English Ambassador, 1495-1500. Accademia of Venice.



Hans Holbein, the Younger (1498-1543) Ambassadors, 1533. National Gallery, Londres.

Odoardo Fiatelli (1573-1638)  réception de l'ambassadeur hollandais, Cornelis van der Mijle, par le doge de Venise en 1609. Coleção holandesa.





École de l'Europe de lÉst Réception de l'Ambassadeur Ottoman Yusouf Mouttaher Agha par le Prince de Transylvanie Gabriel Bethlen, au Château de Gyulafehérvar en 1625, 1630. Foto Pierre Bergé & Associés, Paris.



Antoine van der Meulen (1634-1690)  Louis XIV Recevant les Ambassadeurs des Treize Cantons Suisses, 1663


Jean-Baptiste Vanmour (1671-1737) French Ambassador to the Ottoman Empire, 1699. Museu de Versailles.




Charles Parrocel Mehem (1688-1752) Nehemet Effendi ambassadeur Turc arrive aux Tuileries le 21 Mars 1721. Palace of Versailles.




Sir Godfrey Kneller (1646-1723) The Ambassador of Morocco, 1702. Chiswick House, Londres.


Giovanni Antonio Canal Canaletto (1697-1768) Reception of the French Ambassador in Venice, 1726-1727.



Francisco Jose Goya y Lucientes (1746-1828) Ferdinand Guillemardet, 1798. As três cores indicam a nacionalidade francesa.



Jean August Dominique Ingres (1780-1867) The Ambassadors of Agamemnon Visiting Achilles, 1801


Ricahrd Parkes Borningtom (1802-1828) Henri III et la Anglais Ambassadeur





Alexander Litovchenko (1835-1890) Ivan IV of Russia (Ivan the Terrible)  Demonstrates his Treasures to the Ambassador Anglais of the Queem Elizabeth I of England, 1875. Hermitage, São Petersburgo.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Tique


Na mitologia grega, Tique (Τύχη, Tyche, "acaso", "sorte") era a divindade que governava a fortuna, a prosperidade e o destino de uma cidade. Os romanos a chamaram Fortuna, palavra que parece derivar de Vortumna, "a que faz girar o ano".
Segundo a Teogonia de Hesíodo e os hinos homéricos, Tique era uma das oceânidas, filha de Oceano e Tétis, mas os hinos órficos a chamavam filha de Zeus e o poeta Alcman a considerou filha de Prometeu. Políbio escreveu que, quando não se podia descobrir causas naturais de eventos como inundações, secas ou geadas, elas podiam ser corretamente atribuídas a Tique.




Tyche of Constantinople, 4th-5th century




 
Tique com Pluto nos braços, arte helenística do século II d.C.

 
Tique de Antióquia, cópia romana de estátua de bronze de Eutíquides (300 a.C.). A deusa usa uma coroa mural, segura um feixe de espigas de trigo e se apoia sobre um nadador. Museu do Vaticano.
 

 
A Fortuna Governa o Mundo, iluminura em manuscrito de Carmina Burana, século XII
 

Nêmesis ou A Boa Fortuna, de Albrecth Dürer (1502). A gravura ilustra um poema de Poliziano que combina as deusas da sorte e da vingança. A figura flutua nas nuvens sobre a bola que representa incerteza, segurando uma taça dourada que simboliza a temperança e rédeas que indicam a contenção das tentações
 
 


 Demeter (or Tykhe) with turrent crown, plough-shaft, and a corncopia (horn of plenty) brimming with fruit.
 
 
Nemesis & Tyche, goddesses of indignation & fortune | Athenian red figure amphora C5th B.C. | Antikensammlung, Berlin
Nemesis & Tyche, Athenian amphora
C5th B.C., Antikensammlung, Berlin
 
 
Allegory of Fortuna by Tadeusz Kuntze
Allegory of Fortuna by Tadeusz Kuntze
 
 
Fortuna, Henri Gascar
Henri Gaspar Fottuna, 1670.